9 coisas para fazer antes de ter filhos

Vi uma matéria interessante no The Nest (blog gringo muito legal pra recém-casadas): 15 coisas fazer antes de ter filhos (em inglês). A lista tem coisas como voar de primeira classe, ficar bêbado com os amigos na hora do almoço, curtir as festas até o finalzinho, usar muitas roupas com tecidos especiais e se arriscar na carreira.

Já fiz muitas coisas da lista e tem outras que não me apetecem muito, mas adorei a idéia de colocar metas antes da chegada dos filhotes, para que a gente não fique com a sensação de que perdeu alguma coisa quando eles chegarem, sabe?

Então aqui vai a lista das coisas que acho importantes qualquer casal fazer antes de ter filhos!

1) Fazer uma bela viagem de casal
Nosso sonho é fazer uma viagem de carro pelo interior da França ou Itália. É o tipo de coisa que custa caro, mas deve ser maravilhoso – e muito difícil de se fazer quando já se tem filhos. Qual é a sua viagem dos sonhos?

2) Fazer um pouco de terapia
Todo mundo tem um trauma de infância, uma mania chata, um temperamento difícil, uma obsessão com alguma coisa… Acho super importante que, antes de ter filhos, a gente se trate um pouquinho, resolva coisas do passado, aprenda a lidar com medos, a controlar a raiva, a desapegar de paredes brancas… Afinal, nossos futuros filhinhos merecem pais bem resolvidos!

3) Estabelecer um estilo de vida saudável
Atingir o peso ideal, fazer atividade física regularmente, monitorar a saúde e comer de maneira saudável entram nessa categoria. Todo mundo diz que é super difícil cuidar de si mesmo quando você tem picurruchos pra cuidar, que dirá mudar o estilo de vida. E já que, como pais, teremos de ensinar nossos filhos a viverem saudavelmente, nada melhor do que aprender primeiro!

4) Abandonar maus hábitos
Que tal deixar pra trás maus hábitos como fumar, beber demais, trabalhar além da conta? As crianças vêem nos pais exemplos de adultos e queremos que tenham ótimos exemplos!

5) Dar um passo à frente na educação
Estudar é coisa chata (alguém discorda?), mas é super necessário para que a gente suba na vida. Aproveitemos pra fazer uma graduação, pós-graduação ou MBA enquanto temos tempo para estudar, em sala de aula ou em casa.

6) Trabalhar muito
Agora é a hora para trabalhar muito, crescer na carreira e ganhar muito dinheiro. Afinal, não temos hora pra chegar em casa e ninguém morre se você tem que trabalhar no fim de semana. Tudo bem, quando você tem filho, ninguém morre por isso também, mas fica mais complicado.

7) Colocar as finanças em ordem
Que tal aproveitar que os gastos da família se restringem a vocês dois para colocar as finanças em ordem? Fazer um planejamento é fundamental para a saúde financeira do casal, tanto hoje quanto no futuro. Assim, a gente pode se preparar para comprar carro, casa etc. e para receber os filhos sem sufoco. Porque pelos 20 anos seguintes, seremos responsáveis pelo sustento dos pimpolhos. Educação, roupas, brinquedos, saúde e tudo mais que nossos pais bancaram pra nós até virarmos adultos. O planejamento ajuda a passar por toda essa fase e, de quebra, se aposentar bem. Quem não quer?

8 ) Treinar
Safadinhos, já acharam que eu tava falando sobre treinar o “fazer” filhos, né? To falando de treinar ser mãe e pai. Que tal se oferecerem pra cuidar dos sobrinhos um dia? Vale levar em algum parque temático, só prum passeio no shopping ou até ficar de baby sitter enquanto os pais vão jantar. Outro jeito de treinar é cuidar de bichinhos de estimação, como contei no meu post Treinando pra ser mãe. Não é a mesma coisa, óbvio, mas dá pra ter uma idéia do que esperar!

9) Investir no relacionamento do casal
Já vi muito casamento acabar na época em que os casais estavam tentando engravidar sem sucesso. O estresse foi tão grande que as partes não aguentaram e jogaram a toalha. Já imaginou os filhos chegarem a relação ruir? Isso acontece muito e precisamos nos cuidar pra evitar.

E vocês, que itens colocariam na lista?

 

17 thoughts on “9 coisas para fazer antes de ter filhos

  1. Adorei o post Cintia!!
    Os filhos devem ser muito curtidos,
    por isso nada melhor que planejar sua chegada,
    para não ficar com aquele ar eu queria mas agora não posso mais!!
    Beijos querida

  2. Cintia, eu adorei esse post!!!
    Eu quero ter filhos quando estiver preparada – quem não quer? Receber os bebês com conforto, sem dor de cabeça, com espaço só pra alegrias.
    Mas bem sabemos que isso não é fácil.

    Imaginou um casal que é pego de surpresa por uma gravidez? Ela pode se tornar uma grande dor de cabeça para os pais, cheios de planos e sonhos tão distantes.

    Ter que desistir da viagem, dos estudos, de trabalhos por causa deles pode ser frustrante e até se tornar um pesadelo.

    Uma surpresa dessas pode até vir em momento inesperado, mas se o casal estiver ao menos planejando é mais fácil contornar as dificuldades e aproveitar melhor esse presente de Deus.
    Bjos!!!!!

  3. Minha irmã mais nova engravidou quando menos esperava. Ela e o namorado faziam faculdade e ela teve que abandonar o curso quando a bebê estava para nascer. Por mais que seja um presente lindo – e tenho certeza que se hoje ela pudesse escolher entre estudar e ter a bebê teria escolhido a bebê (amor de mãe) – sei o tamanho do sufoco e frustração que eles passam.
    Às vezes os filhos parecem um futuro tão distante, mas podem vir a qualquer momento. Então pra que deixar pra se preocupar com essas coisas só quando eles estiverem a caminho se podemos começar agora?
    Me estendi um pouquinho, desculpe-me!!! =)
    Bjos!

  4. Cintia, adorei o post como falei anteriormente pra vc estava com saudades de ver temas assim, achei que essas dicas maravilhosas, pois realmente precisamos aproveitar o máximo possivel essa “lua de mel”, antes de ter filhos. Fora a cobrança por parte dos nossos pais que estão anciosos em ser avós, mas por enquanto temos que aproveitar esse momentos sem grandes responsabilidades com filhos para realizarmos vontades, que depois podem ficar em 2º plano.
    Bjos!!!

  5. Olá Cintia, é a primeira vez que comento aqui no seu blog, adoro ele e encontro várias dicas importantes e engraçadas!!! Você me dá várias ideias!
    Olha, sobre esse post, eu achei maravilhoso, nada melhor do que se planejar meeeeesmo! Eu estou pra casar, caso agora em agosto, no dia 6… estou super anciosa. Falando de filhos, eu e meu noivo temos um amor incomparável e um desejo louco por crianças, mas sabemos que primeiro é necessário curtir o momento a dois pra depois pensar em filhos e se planejar, tê-los com uma vida estável é a melhor coisa!
    Beijos e sucesso!!! Dih.

  6. Engraçado, porque quando alguém me pergunta quando quero ter filhos, penso justamente que tenho que cumprir algumas condições: aproveitar p/ viajar muito com o maridão (no nosso roteiro dos sonhos a Itália também tá inclusa! rs) e passar em um bom concurso (depois dos filhos é impossível estudar e trabalhar ao mesmo tempo).
    Também já estamos treinando: nossa Lola (york) já dá trabalho suficiente! hehe!
    Aaaamo crianças e tenho um grande desejo de ser mãe, mas isso pode esperar mais uns 2 anos.
    Bjs

  7. Oiii Cintia!

    Descobri seu blog nas minhas andanças pela net, AAaaammmeeei!!!!
    Assuntos e dicas mto boas, tudo a ver pra quem é recém casado ou apenas casado (sem filhos) como diz o post! Adorei o post e as dicas, com certeza, acredito que tudo tem seu tempo, e vc tem curtir cada momento, depois será a vez de curtir com os filhos, e assim por diante… Passo sempre por aqui, já add vc ao meu blog… Ah, te convido pra fazer uam visitinha no http://www.aminimalista.blogspot.com, trabalhamos com Ecobags super estilosas, passa lá pra conhecer!!!

    beijosss e mto sucesso!
    Aline
    A Minimalista

  8. Acho que o único tópico que eu acho que realmente vale a pena é o 7…
    Um filho, como fruto de uma união sólida, cheia de amor e a vontade dos dois de terem um bebe, é muito maior do que qualquer plano…
    Gerar uma vida, em um casamento feliz é fabuloso. Nenhuma outra realização deve ser considerada prioridade antes dessa. Na minha opinião, é claro! rsrsrs

    bj

  9. Sua lista tá perfeita, eu só acrescentaria: QUERER MUITO….PORQUE É PRÁ VIDA TODA! KKKKKKKKKKK
    Eu sempre quiz muito cada um aqui em casa, e foi muito bomter vcs, mas se voltasse no tempo teria investidomais na minha carreira e na estabilidade financeira!
    Beijos e quando estiver preparada………receberei com MUITA ALEGRIA meus netinhos!
    bjs
    Manheeeee

  10. Acho q isso é um pouco “fantasia”…
    Fui mãe solteira aos 20 anos e só depois fui: fazer faculdade, pós graduação, passar 1 mês no exterior, engrenar minha vida profissional e casar.
    Hoje, 14 anos e 5 meses depois, muito mais ajuizada (mas nem tanto) claro, olho pra trás e penso que faria tuuudo de novo. Mesmo enfrentando todas as barras passadas e sabe porque? Porque ter filho exige saúde (extra) e fôlego (extra). Hoje penso mUitO antes de ter o segundo justamente por isso. Os estresses são tantos, que daqui 15 anos, com 50 (nuooosssaaaa, a ficha caiu. rs) não sei se terei esses 2 ítens que hoje tenho e, muito provavelmente, não olharei para o meu filho e lembrarei com clareza nos detalhes que os fatos da vida dele são TÃO parecidos com os passados por mim.
    bjks
    Flávia Pan (mãe do Gabriel lindo e adolescente travesso q me deu dúzias e dúzias de cabelos bcos ao longo desse tempo)

  11. Olha so quem eu achei procurando coisas sobre bebes… 🙂
    Eu penso mais como a Flavia aqui em cima. Acho que colocaria na lista: “Ser novos suficiente pra ter pique e saude pra chegada deles!”, ainda mais quando nossos maridos sao muito mais velhos que nos (e vice-versa). Acredito que tem muita gente de 50 anos que ainda nao completou essa lista, mas nao teria mais bebes pela falta de disposicao pra cuida-los.
    Sera que vale a pena esperar tanto? Hehe…
    Ah, e feliz niver atrasado! 🙂

    Beijos,
    Mi

  12. Concordo que é preciso amadurecer a relação de casados para aumentar a família. Claro, que toda regra tem exceção, mas planejar é o melhor caminho, na minha opinião. E estou completamente de acordo com os itens citados pela Cíntia. Acabo de completar quatro meses de casada e pretendo ser mãe daqui três anos, qdo fizer 30, porque considero uma idade boa para a maternidade e também terei um tempinho de colocar em prática alguns desejos. Primeira vez que visito o blog, gostaria de parabenizar a Cíntia. Textos interessantes e descontraídos! Virei fã!

  13. quando eu estava pra me casar, eu e o meu marido, falavamos que so queria comecar a pensar a ter um baby depois de ums meses (talvez um ou dois anos) depois do casamento. mais as vezes os nossos planos nao sao os planos de Deus, e para nossa surpresa um mes depois descubrimos que estavamos esperando um baby. agora estou com 8 meses de casada e 7 de gravida. mais Deus e bom e tenho certeza que o nicholas estar vindo para trazer mais alegria a nossa pequena familia!! 🙂

  14. Essa lista pode se entender muito mais, se for levar em conta a quantidade de pessoas que querem fazer tudo na vida e só depois ter filhos. Nem adianta eu querer enumerar aqui as vantagens e desvantagens de ser mãe. Me casei aos 19 anos e pretendia ter filhos aos 29, com 20 anos tive a Carolina, claro que fui mãe muito nova, mas foi uma escolha que fiz, e pesei muito os dois lados: poderia deixar a vida de recém-casada de lado pra ser mãe, ou simplesmente não ter um filho e ninguém ficaria sabendo. Começamos nossos planos de trás pra frente, misturando tudo…rsrs….tivemos nossa Princesinha Carolina, agora adquirimos nosso tão sonhado apê. Voltarei aos estudos no meio do ano, carro quem sabe no ano que vem…E quer saber de uma coisa?? A melhor decisão que já tomei na minha vida foi a de ser mãe. Exitei por 3 meses mas hoje sou grata a Deus por ter me concedido essa honra de ter uma filha com o homem que amo, no auge da minha juventude para aproveitar e aprender tudo o que essa dura profissão (de ser mãe) exige de mim. Bjos, desculpe-me o longo texto e parabéns pelo blog.

  15. olá boa tarde.
    Meu problema é um pouco comum, pelo menos algumas amigas tb estão passando por isso.
    Eu choro sempre e faz duas semanas que me casei. Choro de saudades dos meus irmãos e mãe, da rotina da casa da minha mãe. Fico triste, e as vezes dá vontade de não sair mais da casa deles, isso passa?

    1. Oi, Michele! Ter saudades é normal, mas para viver bem, você precisa enxergar a sua nova casa como um lar, e o casal formado por você e seu marido como uma família. Você não deixa de fazer parte da família anterior, mas agora é parte de uma nova e tem diante de si uma folha em branco para escrever a história dessa nova família como quiser junto com seu marido! Veja o lado positivo e invista nisso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top