Feliz dia das mães

Dia das mães chegando e tal, relembrei um pouco da vida na casa da minha mãe.

Lembrei de quando acordava cedo, tomava café da manhã quase dormindo na mesa e a atrasava na hora de sair. Chegava em casa à noite e nunca abria a porta, apesar de sempre andar com a chave. Gostava que meus pais abrissem pra mim :).

Deu um apertinho no coração ao perceber que esse tempo não volta mais…

Hoje a fase é outra. Sou muito feliz com minha nova família, com meu marido querido que me abraça quando eu chego e meus filhinhos felinos que comem meu sofá me pedem carinho de manhã antes de ir trabalhar.

Mas sou muito grata a Deus pelos 23 anos que vivi sob o mesmo teto que minha mãe. Só Ele sabe quanta paciência a mamis teve que ter comigo pra me fazer terminar a lição de casa, arrumar o quarto, levantar na hora e lavar a louça e com quanto amor ela comemorou comigo cada pequena conquista da vida, desde o primeiro desfile de modelete até meu casamento.

Mami, sinto sua falta… Obrigada por tudo, viu? Te amo!

Coloco aqui também uma homenagem muito bacana às amigas casadinhas que estão tentando engravidar. Queridas, seus filhotes tão chegando! Beijos!

PS: Renner e Natura tão de parabéns com esses vídeos. Já vi mil vezes e continuo me emocionando 🙂

PS2: Pai, não fique com ciúme. No dia dos pais faço uma homenagem pra vc também 🙂

20 thoughts on “Feliz dia das mães

  1. Cintia, em breve (muito breve) vc será mãe, e espero que o mini-Caue e a mini-Cintia te proporcionem muitas alegrias (mais que os gatos, acho que eles nao vao comer seu sofa)…..

  2. Ah, que legal, Cí.
    Só de pensar nessas coisas, o casamento me mostra que um dia a gente fará todas essas coisas tbm.

    Um beijo!

  3. Só de lembrar da minha mamãe fico emocionada. Quando “crescer” quero ser uma mãe tão maravilhosa como a minha! (ainda bem que depois de casada não moro longe dela)

    Beijos Cíntia

  4. Ai que ruimmm… a minha tá tão longe. Eu moro na Bahia, e ela no Amapá. Pode? A última vez que vi, foi no feriado da semana santa. E agora, só Deus sabe. Mas bem de longe estou aqui, sentindo tanta admiração quanto vc, Cíntia. o/ 🙂

    1. Morar longe deve ser dureza! Ainda bem que distância não é forte o suficiente pra enfraquecer um laço desses, né. Bjo!

  5. Poxa!Que declaração de amor liiiiinda!OBRIGADA!
    Tentei fazer meu melhor com vcs três, e sei que apesar de todas as minhas imperfeições, pela graça de Deus, transformei uma menina, em uma mulher maravilhosa
    TE AMO

  6. Eu acho o máximo quando a Cintia posta alguma coisa e a Mamãe da Cíntia vem comentar! Atualizadíssima!
    Eu vou aproveitar o ultimo dia das mães em casa, porque me caso no mês que vem!
    Mais uma vez, obrigada por tudo, Cintia!
    Acompanho o planejando, e sempre acompanho o Recem casada!

  7. Sinto o mesmo que Daniele, tenho tanta saudade da minha mãe sinto tanta falta do tempo que não volta mais, a vida muda muito quando nos casamos e eu ainda me sinto em fase de adaptação, sendo dona de casa, trabalhando e tendo que dar atenção ao marido tudo ao mesmo tempo e estando muito longe dos meus pais, só Deus pra me confortar.

  8. Cín, num tem sofá à prova de gatos. Só gatos à prova de sofás! 😛
    Eles tão afiando as unhas no sofá? Q q tá rolando? Eles não afiam no arranhador? Se não, tem uns produtinhos em pet shop que os atrai para o arranhador. E tbm tem os produtinhos que os repele… até pensei em comprar, mas fiquei com medo de manchar o sofá (o de casa é azul), talvez o seu que é branco não manche. Beijo, tchau.

  9. Oi Alê! Eles afiam no arranhador, mas andam se divertindo “escalando” os sofás com as unhas… O Ringo acha que é o gato-aranha, gosta de andar na parte de baixo do sofá, de cabeça pra baixo.

    Eu brigo quando estou por perto, mas devem fazer isso o dia todo…

    Beijocas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top