A família cresceu

Esses dois linduchos são Van Gogh e Ringo Starr, os gatinhos que a gente acabou de adotar 🙂

A gente queria um bichinho de estimação, mas como os dois ficam fora o dia inteiro, não dava pra ter cachorro, que é um animal meio carente.

Nunca fui muito fã de gatos, sempre ouvi que são bichos reclusos e metidos. Mas de um tempo pra cá, o preconceito foi embora de tanto ouvir as histórias das minhas amigas gateiras (principalmente dona Gabi Bianco, dona Lu Freitas e dona @patialbuc e depois de uma consultoria com dona Dani Braun) e de seus bichanos companheiros e dengosos, apesar de independentes.

Então, neste fim de semana, fomos à feirinha do Centro de Adoção da Natureza em Forma (todos os sábados, domingos e feriados, na Alameda das Flores, Av. Paulista sem número, ao lado do metrô Trianon, das 10h às 20h) e encontramos esses coisinhas lindas de Deus, que foram abandonados e precisavam de um lar. E pegamos logo dois, para que se façam companhia enquanto estamos no trabalho.

São os meus primeiros bichos de estimação da vida. Toda uma nova fase. To feliz 🙂

Em breve, compartilho mais fotinhos e histórias .

Update: tirei mais fotitos!

[nggallery id=10]

39 thoughts on “A família cresceu

  1. Meu Deus, dois?????
    Desejo muito sucesso com a nova cria e cuidado com as cortinas porque eles adoram escalá-las. E veja como proteger os sofás porque eles costumam afiar as unhas bem onde vc não quer. heeh Não são tragédias, mas estas travessuras deles fazem parte da vida dos donos de bichos. Bem vindos ao mundo das brincadeiras e chamegos. Vale a pena! Beijinhos

  2. Olá!!!
    Sou sua nova companheira…rs Conheci o blog há pouco tempo mas já li bastante.
    Você vai adorar os gatinhos. Tenho duas gatas e elas são super dependentes, porém muito carinhosas. Só tome cuidado com os móveis…é sempre bom ter algo de madeira só para eles afiarem as unhas.
    Um bjo
    Gaby

  3. AI GATINHOS! *.*

    Como eu amo gatos…já chegamos a ter uns 7 na casa da minha mãe. Mas aqui tem uma pessoa alérgica ¬¬ que não me deixa adota-los…fazer o que né? Torcer para que bons corações como o seu continuem adotando por mim 😉

    Beijos querida

  4. Ai Cintia, que felicidade!
    Eles são lindos – e este tipão do Van Gogh é, confesso, o meu preferido de gato “puro brasileiro”… (suspiro).
    como aqui em casa já são 4 bichanos, o sonho fica pro futuro.
    tudo de bom pra família expandida. Espero que vocês se amem muito e descubram o quão doce é ter estes seres divertidos e amorosos em nossas vidas.
    beijos gigantes.

  5. Aaaaai que lindooos! Adorei… só dá um recado pro Cauê? Diz pra ele abrir a mente do Faiel pra quando ele for morar com a digníssima dele e aceitar alguns pets habitando o recinto também! 🙂
    Beijo, tchau.

  6. Ai que lindos!!
    Gatos são apaixonantes!!! São meigos, carinhosos, brincam bastante!!
    Estou com uma dó de casar e deixar a minha na casa da minha mãe!!rs
    Parabéns!!!!
    Beijos

  7. Que legal Cintia! seus blogs me ajudam e ajudaram muito, agora também casei e faz 15 dias que adotamos o TONHO, um gatinho que estava abandonado na garagem do predio onde moro!! E realmente ele agora faz parte de nossas vidas!!
    Eu não vejo a hora de chegar em casa para vê-lo e ele ainda anda comigo pra lá e pra cá dentro da BOLSA!! Vou na minha mãe e na minha sogra com ele literalmente a tiracolo! amo amo amo felinos!! bjs bjs e parabéns pelos cats!!

  8. Lindos Cin! Amo gatos, mas os alérgicos lá em casa não permitem. Então o plano ficará adiado até eu poder morar sozinha… =)
    Que os bichanos tragam muitas alegrias ao lar!
    Beijos!

  9. Ai, q lindo!!!

    Adoro gatos, são amores, porém minha mãe nunca me deixou ter um alegando q eu tinha alergia – coisa q há uns tempos atrás descobri q não tenho -, sempre fiquei na vontade….

    Mas eu juro q quando vi o post “A família cresceu” já achei q fosse outra coisa!!!!

    Bjus

  10. nossa, adorei seu blog de cara! tava procurando uma receita de brusqueta e ao contrário dos outros blogs de receita o seu não é chato, hehehe, muito bom isso.

  11. Oi Cintia, que lindinhos os gatinhos, eu como vc moro em apto, mais não tive coragem de ter bichanos em aqui, morro de dó de deixa-los sozinhos…..
    Só espero que seu sofa não seja de couro, senão já era viu!!!!

  12. Oi Cintia!

    Adoro seu blog, leio sempre!

    Amei seus gatinhos! Confesso que antes eu também era meio receosa com gatos, sempre achei lindo, mas nunca tive vontade de ter um. Depois que em meio a uma tempestade horrível jogaram um gatinho filhote na rua…No meio da tempestade!!! Ele se escondeu em uma moita e ficou preso…Ah morri de dó! Acabei pegando e me apaixonei…Descobri que gatos são carinhosos sim, e brincalhões e muito gratos. Mas depois de fazer 1 aninho ele sumiu…Fiquei extremamente triste…Mas depois que eu casar e for para o apartamento teremos dois gatinhos também, certeza, meu noivo já concordou porque ele também adora animais! ^^

    Felicidades para você e seus gatinhos! =)

    Bjos.

  13. temos aqui em casa uma gata adotada tbm…a Rita…figurassa…antes eu não gostava de gatos ams depois mudei de idéia!!!!!
    boa sorte com os novos filhos!!!
    bjaum

  14. Ai que lindos Cintia, eu amei.. Eu tenho dois também.. Maridão tava se sentindo sozinho porque chego muito tarde em casa e ele adotou logo dois.. Gato é muito esperto e os meus são super carinhosos…
    Boa sorte e qualquer duvida é só gritar..
    Bjos

  15. Oi Cintia!
    Parabens pela adocao, eh uma atitude nobre.
    Tenho duas gatas, uma ganhei a Sofia e a outra adotei…longa historia…o que posso dizer eh que traz muita alegria e faz compania pra mim qdo to sozinha em casa.Casei em 2007 , to adorando seus posts sobre dicas.
    Ab,
    Nanda

    1. Obrigada, Nanda!

      Eu até gostaria de ter pego os gatinhos mais filhotes, pra curtir aquelas bolinhas de pelo desde pequenas, mas quando fui à feirinha, fui pensando que a idéia não era adotar os gatos mais fofos do mundo, mas dar um novo destino pra um bichinho que morava na rua.

      E tive sorte de encontrar justo os dois gatos mais lindos do mundo. 🙂

  16. Eu sempre tive só cachorras, mas na casa dos meus sogros haviam 2 gatas e um gato e eu amava eles, mesmo que uma delas só quisesse me enfiar as unhas. Quando meu marido e eu fomos morar sozinhos, adotamos duas gatas de rua também e agora, um ano e pouquinho depois, adotamos mais uma sapeca. Agora são três gatas que correm por todos os lados e se divertem pra caramba, tanto a elas mesmas quanto a nós também! Sem contar que as três são super carinhosas! Elas se chamam Maddy, Java e Zippy, amo amo amo!
    Parabéns pela adoção!

  17. Ciiiiiiintiaaaaaaaaa!!!
    Q orgulho eu tenho de ter “arrumado” primos tão bacanas!
    O Bruno acabou de me ligar contando dos seus gatinhos. Nós achamos muito lindo o seu gesto. O Bruno nunca teve bichos de estimação mas na minha casa a gente sempre teve gatos. Minha mãe adora cuidar, minha irmã fica horas mimando e eu gosto mesmo é das brincadeiras. E o seu primo vive dando uma de durão mas tb acha o máximo. Só a Melô – minha gata enorme, fofa, um tanto ciumenta e geniosa mas muito carinhosa – é q vive fugindo dele…rsrsrs…ele chega e a caipirona já sai em disparada. É uma comédia!
    Vcs vão ver q as alegrias q os gatinhos vão trazer compensam o trabalho q, como td bicho de estimação, eles dão. O bom é q os gatos sabem se cuidar. Não dão tanto trabalho, não.
    Parabéns prá vcs!
    Super bjos.

    1. Oi Mari!! Ai, precisa ver seus novos priminhos como são fofos… duas bolinhas de pelo recheadas com amor! 🙂 Convence o Bruno a ter um, sim!!

      Tá chegando o casório de vocês, hein? Como anda a preparação? Beijos!!

  18. Nossa acho lindo quem adota bichinhos!
    Sou loucas por gatos mas morro de alergia 🙁
    Se minha alergia sarasse, eu queria aneimmmm!!!
    Mas o ruim é que não sei se deixo eles livres ou trancados em casa enquanto eu e meu esposo trabalhamos…. como são os seus??

    bjs, amei o blog!

    1. Gaby, obrigada! Meu irmão tem alergia e quando me visita, tadinho, fica espirrando o tempo todo. Deve ser impossível ter um gatinho nessas condições! Os meus ficam no apartamento e não saem pra rua nunca, mas quem mora em casa, geralmente, deixa os bichinhos saírem – dizem que eles sempre voltam. E dizem também que, quando castrados, os gatos têm menos vontade de ir pra rua e ficam mais em casa… Beijos!

  19. Meu marido anda fazendo minha cabeça pra termos um gatinho…
    Venho pensando e, porque nao dizer.. curtindo a ideia.
    Ai lembrei desse post..e vim correndinho ler.
    Como esta sendo essa experiencia? Conta mais dos filhotes!
    Beijinhos! ^^

    1. Adri, a experiência está sendo maravilhosa.. Eles quase não dão trabalho e me trazem muita alegria. Em breve faço um post contando melhor. Mas super recomendo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top