Briga com vizinhos parte 3

Quem acompanha o blog já me ouviu falando sobre meus problemas com minha vizinha (parte 1 e parte 2). E não é que no sábado, ela resolveu atacar de novo?

Imaginem a cena: era uma da manhã e estávamos eu e o Cauê na cama, lendo nossos respectivos livros de cabeceira. Eu já tava naquele ponto em que lia três vezes a mesma frase sem entender de tanto sono quando tocou a campainha.

A gente se olhou assustado – quem seria, a uma hora daquelas? Não estávamos esperando ninguém e o interfone não tinha tocado, anunciando uma possível visita.

Foi o Cauê quem atendeu à porta (de pijama). Era um senhor que nunca vimos na vida (também de pijama) dizendo que estava no apartamento de baixo com a tal vizinha e que eles não conseguiam dormir porque estavam ouvindo um “tum-tum-tum”, barulho de portas batendo e essas coisas.

Não adiantou explicar que ele tirou nós dois da cama, onde estávamos lendo em paz (e completo silêncio) há bastante tempo, nem dizer que o barulho deveria estar vindo de outro apê (talvez do que fica acima do nosso, já que a gente também ouviu alguma coisa aparentemente vinda de lá). O cara continuou a reclamar e pedir pra gente parar de fazer barulho.

Parece que ele e a vizinha compartilham a tendência de achar que a gente mente para eles.

Depois de nos desvencilharmos do zé mané, liguei para a portaria e fiz uma reclamação. O porteiro ficou chocado, disse que o cara nem morador do prédio era e ficou de avisar o zelador e o síndico. Acho que essa semana vou fazer uma reclamação formal, escrita.

Sem condições de ser tirada da cama por desconhecidos e de tomar sustos de madrugada porque a senhora lá de baixo é paranóica, néam?

16 thoughts on “Briga com vizinhos parte 3

  1. Hey Cí! Qquer coisa me procura (principalmente pq agora eu já me formei), meu celular continua o mesmo de sempre e se não tiver mais, é só alguém da sua família passar lá em casa que minha mãe passa o contato pra eles.

  2. Nossa, estou para receber as chaves do meu apê novo e morro de medo só de pensar em quem serão meus futuros vizinhos! O prédio é novo, então não tenho nem idéia de como serão os moradores!Espero que sejam civilizados e menos malucos que os seus!! rs!
    Boa sorte com as reclamações.
    Bjos!

  3. Olá Cy.
    Acho que esse caso já está ficando parecido com assédio e justifica até ação judicial.
    Aqui no prédio onde moro as paredes são de papel e ruídos feitos dois ou três andares acima chegam nitidamente até o meu apto. Antes de partis pra briga, talvez seja o caso do síndico fazer uma averiguação, pois até problemas nos encanamentos provocam barulhos esquisitos. Sem falar nas almas penadas né!hahahahahaha

  4. Não dá pra acreditar né?????
    Acho que devem fazer uma reclamação escrita para a Administradora do condomínio, porque senão essa mulher não vai se intimidar!

    Beijocassssssssssss

  5. Cintia, que loucura esses seus vizinhos, e parece que eles não vão parar por aí não, reclame mesmo!!! To morrendo de medo de pegar uns assim no meu novo apê. aiaiaia..
    Boa Sorte…..

    Bjs

  6. Cíntia, li seu problema com sua vizinha e acho que vc não deve aguardar o 4o round, pegue o livro de ocorrências que deve ficar com o porteiro e deixe tudo por escrito, além disso caberia uma conversa com o síndico para dar um basta nisso e para ir um pouco mais além vc pode, também, procurar a administradora do edifício.
    Ficar se explicando para essa vizinha como se fosse vítima não está resolvendo, pelo contrário ela parece não se intimidar nem um pouco, por isso acho que vcs devem mudar de tática…
    Bjo

  7. NOSSA.O NEGÓCIO PARECE QUE É PESSOAL.pOR ISSO QUE EU NÃO QUIS MORAR EM APARTAMENTO.ACHO QUE SE EU FOSSE VOCÊ EU JÁ TARIA NA CADEIA POR TER DADO UMA SURRA NESSA MULHER.

  8. Peloamordosmeusfuturosfilhinhos, para com esses relatos. Tou com profundo ódio desta criatura que habita o seu prédio. E sentir essas coisas é feio. MAL POSSO ESPERAR para visitá-los (você e Cauê) novamente. Vou levar a bateria da Barroca Zona Sul.
    Mas voltando ao assunto, quer dizer então que era um convidado no prédio? De pijama pelos corredores? Acho que o serviço desse “convidado” não era bom o suficiente, se não ela nem tinha ouvido barulho algum, haaaaahahahahaha!
    Beijo, tchau.
    P.S.: Aguardo ansiosamente protagonizar o 4º round! 🙂

  9. Olá Cintia, tudo bem?
    Não sei se te consola, mas moro em apto há 21 anos.
    Tínhamos duas vizinhas no primeiro andar (mãe e filha – filha de peixe…) e elas viviam reclamando de barulho. Quando cansaram de bater nas portas e reclamar com o síndico, passaram a escrever bilhetes mal educados e deixar no mural do hall de entrada. Até o dia que elas reclamaram que o vizinho de cima usava a máquina de lavar de madrugada. O apto estava vazio há 6 meses. Concluindo, tem gente que é piradinha e tem prazer em torrar a paciência da vizinhança. Um dia elas se cansaram e mudaram.

    Bjos

  10. Oi Ci, td bem? Gostaria de saber qdo será o sorteio daquela almofada lindissima hein??!!! rs 🙂
    Ah e essa vizinha chata q vc arrumou hein?? Que horror! Tenho uma dica, faz o seguinte: começa a fazer barulho de verdade…. Mtooooo barulho msm! Quem sabe assim resolve??!!! rsrs
    Bjosss

  11. Tem cada uma hein …. essa vizinha não tem o que fazer, gente tem povo que reclama de tudo, é de mal coma vida so pode ! Ou gosta de enfernizar a vida dos outros.
    Bjaoo e boa sorte
    Ta certa reclama dess loka sim

  12. Pior meu caso, que eles falam que eu nao posso ouvir barulho, tipo assim que tenho q esperar eles fazer o que estão fazendo pra mim lavar a louça,ou seja nao posso fazer nada ao mesmo tempo poruqe eles sao o Rei do pedaço, e estao espanhando isso pra vizinhança inteira fora que eu nao tenho direito de mexer na minha cozinha , cozinhar fora de hora q a louca da vizinha diz que eu estou fazendo de proposito sendo que sua cozinha e de fundo com o meu quintal e so tem uma grade . vai ser folgado assim longe!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top