Briga com vizinhos parte 2

luva_de_boxeVocês lembram do primeiro round da minha briga com a vizinha de baixo?

Pois bem, a história continuou. Ela resolveu reclamar direto para a administração do condomínio e faz mais ou menos uma semana que eu e o Cauê recebemos uma advertência deles.

As reclamações do apartamento de baixo eram de muito barulho após as 22h, como portas batendo, objetos jogados no chão e móveis sendo arrastados (nem preciso dizer para vocês que a gente não fez nada disso, né?).

Como eu já tentei a política da boa vizinhança na primeira conversa sem sucesso, sentimos que era hora de bater o pé (não literalmente!) e mostrar para o condomínio que nós temos direitos!

Escrevemos para a administração (com cópia para a vizinha) dizendo que as alegações eram infundadas e absurdas e, já que havia ali uma ameaça de multa no caso de “reincidência”, exigimos que as acusações fossem provadas ou que nos fizessem uma retratação formal. Caso contrário, procuraríamos nossos direitos pelos meios legais (= processo neles!).

Dois dias depois, o condomínio enviou uma carta a todos os moradores do prédio informando que as regras para aplicação de multa por excesso de barulho mudaram. Agora, a reclamação de um morador só acarretará em multa para o outro caso o primeiro faça um B.O. na polícia. Mais um dia e recebemos uma carta da administração nos pedindo desculpas \o/ (musiquinha da vitória).

Não acho que o perrengue acabou, mas, agora, se a chatona quiser reclamar do barulho das minhas havaianas, vai ter que ir à delagacia.

37 thoughts on “Briga com vizinhos parte 2

  1. essa coisa de vizinho é universal…eu tenho uma vizinha louca de pedra,mora sozinha com o gato…outro dia ela subiu no andar de cima pra reclamar do barulho do apartamento imediatamente acima do dela (que mora uma senhorinha!) e quase partiu pra agressão física!!!! isso quando ela não fica gritando que a vida dela é uma droga onze horas da noite…
    como eu moro num condomínio que tem vários prédios vira e mexe a gente escuta briga e tudo mais…
    jambalaia ocean drive!!!!!

  2. Menina, chama o Padre Quevedo! Batecao de porta e objetos sendo jogados no chao apos as 22h soh pode ser barulho sobrenatural!…huahuahuahua….mas pensando a partir de um ponto de vista de compaixao, a qual eu tenho q constantemente botar em pratica, dah uma certa doh: geralmente gente cricri que reclama de coisas absurdas eh porque eh solitaria e de mal com a vida….daih sabe akele lance de felicidade alheia incomodar? nao adianta, pode estar o mais completo silencio e a dona vai arranjar motivos pra reclamar…nesse caso soh pedindo ao Papai do Ceu dar um jeito na situ. Boa sorte! bjo

  3. Irrúúúúúú!!!

    Eu padeço com vizinho de cima… Tem um menino lá que só por Deus!!!
    Mas nunca reclamei não… Quase não fico em casa e a mãe sabe faze-lo parar! Agora, pior mesmo é ser vizinha de porta da síndica. Presenciei uma briga, com agressões e tudo. Logo, logo, terei que ir depor. É mole?

    Mas é issae… A tendencia é piorar! hehehe

    Boa sorte!

  4. Ih.. Vizinhos….
    Há quase 3 meses que nao durmimos por conta de um aguaçeiro que cai do ar-condicionado do ap. de cima. O infeliz do vizinho colocou um split de forma irregular e esqueceu que existe vida embaixo do andar dele…Liga o ar quente direto e aí começa a novela!
    Ja fizemos 02 cartas para o sindico, ja interfonei as 3 da manha pro #$*@ vizinho, ja escrevemos no livro do predio… Nada.
    Hoje convidamos o sindico para uma conversinha. Se a coisa não for resolvida amigavelmente vai rolar processo contra o predio e o adorável vizinho. Pertubação do sossego!!! Gente, sono é sagrado..
    Só resta desejar boa sorte …pra vocês e pra gente !!!
    …..TO BE CONTINUED!!!!!!!

  5. Vizinho é coisa para se guardar a 7 chaves (a quilometros de distancia).
    Lembro-me de qdo começamos a escutar barulho que vinha do vizinho de baixo,vizinho novo,o barulho começou a nos incomodar, pois era um som de uma bolinha de tênis caindo no chão e pingava várias vezes até parar, até de madrugada nos escutávamos esse som. Aí eu pensei “não é possível que esse cara joga bolinha no chão, de madrugada”. Após longos dias na esperança e de que ele arrumasse um clube para seu esporte, o barulho continuava em vários horários. Então resolvi de maneira educada, depois de me certificar (com ouvidos na parede) que era lá mesmo, ligar pelo interfone e perguntar para eles que barulho era aquele. Então ele me respondeu que não jogava nenhuma bolinha de tênis no chão, mas eu disse que escutava sempre e estava de alguma maneira (todas) nos incomodando. Ele ficou de verificar esse barulho que nem ele sabia, aí pensei: “dei fora, falei com o vizinho errado”. Bem,o som de uma bolinha de tênis que picava no chão de vez em qdo continuava e em todas as horas. Liguei novamente e aí ele pensou um pouco e qual foi minha surpresa ele me dizer que poderia ser a porta “vai e vem” (estilo salão de velho oeste) que ele colocou a pouco tempo entre a sala e os quartos, eu nem acreditei mas fazia sentido. Então ele fez alguma coisa e resolveu o problema.

  6. Que paciência você tem hein Cintia.
    Se é comigo já tinha dado uma voadora no peito dessa vizinha chata.Esse é o lado ruim de condomínio né…..mas ainda bem que pelo menos por enquanto você consguiu acalmar a situação.

  7. Ihhhh… Passo pelo mesmo problema!!!
    Ontem mesmo o velhinho que mora no apartamento de baixo foi à portaria reclamar à plenos pulmões que era um absurdo ficarmos fazendo tanto barulho de madrugada (ele alegou que discutíamos muito, arrastávamos móveis a noite toda, andava a casa toda, que nós nem dormíamos! Logo eu, que 22:30 eu já tô procurando o rumo do meu sono…) minha mãe, que mora no mesmo prédio que eu, foi chamada pro circo (pois eu estava no trabalho e por sorte meu marido estava em casa de folga do trabalho nesse dia). O cara ameaçava de chamar a polícia e iríamos todos presos, já imaginou? Ela me ligou desesperada, e eu imediatamente liguei pra ele. Ele desceu, mas o velho não estava mais lá. Ele subiu na casa do velho, e a esposa dele super-nervosa, disse pra ele que o velhinho está esquizofrênico e ouve vozes o dia todo, diz que tem gente perseguindo ele, gente dando susto nele em casa, essas coisas… O meu marido ameaçou processar o velho, disse que não batia nele só por respeitar a idade dele, mas que ele tinha agido como um moleque, foi uma confusão… E pra terminar, o porteiro fofoqueiro ligou pra minha mãe em seguida pra dizer que isso era algo muito chato, e que agora eu ficaria mal-falada no prédio! Ah, pra que… O meu marido desceu que nem um louco atrás dele, juntou gente pra apartar a briga e tudo. Me diga, que que o porteiro tem que se meter na vida dos moradores???
    Agora vamos ver se a coisa sossega…

  8. Olha, Cíntia, relaxa que, como todo mundo já disse, vizinho é assim mesmo, viu?
    Até pouco tempo eu estava usando uma mesa de plástico para fazer as refeições. Quando a nova mesa chegou, resolvemos convidar pais e irmãos para virem em casa. Pois não é que na noite em que meus sogros e minha cunhada estavam em casa o vizinho de baixo reclamou? Disse que estávamos fazendo muito barulho e tal… Ficamos pensativos um tempo, mas logo concluímos que as novas cadeiras (pesadas e de madeira) é que eram o motivo da reclamação. Pois ainda na mesma noite, não satisfeito em reclamar para o porteiro, ele bateu tanto na parede e tão forte, que eu fiquei pensando que ele liga para o “barulho” mas não deve estar nem aí para a pintura, né? hehehe
    Mas depois disso, pelo menos até agora, ele nunca mais reclamou. Acho que se acostumou com o som do arrastar das cadeiras novas.
    Bjs

  9. Oiiee, nossa ja vimpara no seu blog umas três vezes, mas nunca li, sempre passou batido, mas hoje comecei a ler e adoreei. muito legal. as historias do cotidiano, da pra dar boas risadas. Parabéns, vou estar sempre por aqui =)
    Beijoos!

  10. Que loucura Cintia, eu mora em casa, mais apartir de Dezembro (quando me casarei) vou morar em apto, aiaiaiai to preocupada até pq não sou nada delicada…..xiiii
    Mais fica na paz.

  11. Isso aí! Gostei de ver! Não dá pra deixar uma pessoa desse tipo fazer com que vocês sejam mal vistos, punidos e tudo mais… Só porque ela tem inveja, não foi com a cara de vocês ou sei lá…
    Tem gente que não tem vida e precisa se incomodar com a dos outros.
    Morando em casa já existe problema com vizinhos, em apartamento então…
    Boa sorte pra ti guria!! E muita paciência também! =/

  12. aaaaah, assume logo que fica jogando as louças no chão. pra que mentir?! hauhauhauhauha!

    é isso ae! e se não resolver agora, chama o Ratinho!

    bjoooos!

  13. Oi. Eu sempre reclamava do meu vizinho de cima, ele fazia sim muito barulho, mas depois que ele se mudou, cheguei a ouvir barulhos algumas vezes. Fantasmas??? Cheguei a conclusão que barulhos de outros apartamentos podem ecoar pelo piso de um e teto de outro! Assim não dá pra saber exatamente de onde vem tal ruído. Uma vez achei que o apartamento de cima estava fazendo reforma, pois o som de uma marreta parecia está sobre minha cabeça. Descobri depois que era um apartamento do andar de cima sim, mas não do que fica sobre o meu. Sugiro que vc peça para sua vizinha observar direito. O barulho pode estar vindo de outro apto e ela achar que é do seu.

  14. bom eu tenho dois vizinhos loucos nao sei nem se sao um casal ou ela é o que dele. kkk bom so sei que sempre nos davamos bem, ate o dia em que eu comprei o apt. de cima deles… nossa ela é louca ja veio diversas vezes na minha porta na madrugada, deixar fotos bilhetes, fora quando naobate na porta… bom os bilhetes dela sao sempre de amor, pra alguma outra mulher imaginaria dela, mas a fama deles aqui no condominio nao é nada boa, ele sempre grossao bate nela e ela nele, uma baixaria completa, ela sempre fazendo escanda-los pra qualquer um, teve um dia que ela me xingou de vagabunda pra baixo na frente da portaria…. sem eu ter feito nada… (ela teve muitos problemas com a antiga moradora daqui, ou seja a antiga moradora teve problemas com eles ne.rsr) e ai um belo dia as duas entraram no elevador e ela deu um pau na moradora que por sua vez saiu toda ensanguentada do elevador chamaram a policia e acabaram mudando e vendendo o apt. e nos compramos… pensei que nunca teriamos problemas pois antes eu sempre falei com ela normalmente( alias eu sou a unica que conversava com ela no condominio todo) ele quando bebe ou usa droga sei la, fica xingando Deus e o mundo. mas nao vai na porta de ninguem .. porem adora apavorar as pessoas.. Eu cansei da situação, ja reclamei na adm mas eles falam que nao podem se envolver que nao podem partir deles um B.O e sim de mim, entao sei la o que faço… fiz um b.o contra ela pois na ultima segunda feira feriado ela veio na minha porta me xingar e me ameassar sem eu ter feito nada.. kkk e ainda falou que fez boxe e quer me arregaçar… etc.. etc…
    ja pensei em falar com o (marido) dela mas como ele tambem é de lua, acho que nao vai dar o dialago. so tenho duvida se o condominio nao podia se envolver diretamente, porque afinal quando ele ta doidao ele apresenta (perigo) ao condominio porque vai que ele ou ela descem com alguma coisa e correm pra cima de alguem ne? ai queria tanto uma luz… bjus
    manu

  15. Nossa, tenho até medo de pensar… logo logo vou me casar e mudar para um apartamento. Nunca morei em um e muito menos meu noivo e ouvir essas histórias me deixam de cabelo em pé..rss!

  16. Ouvindo estas Histórias da pra rir muito kkkkkkk, mais o pior de tudo e quando a gente esta vivendo este furdunço.
    Tenho uma vizinha de fundo Wine EMILY house que tem uma cozinha com uma abertura imensa virada pro meu quintal, que e coberta apenas com um plastico e um ferro na ponta pra pesar.
    Me vigia 24hrs por dia, se eu faço um barulho me remeda, fica gritando igual uma louca quando vou pra cozinha, conta mentira pros vizinhos e pros amigos e se incomoda com tudo que eu faço principalmente se fico em casa fica ligando pro orelhao , pro próprio telefone de casa, e batendo a cortina ou melhor o ferro da cortina.
    Ela tem obsessão por mim ja ouvi falar que ela me odeia , acho que no fundo ela gostaria se ser eu.

  17. Adoreiii o que você fez!
    Se a véia chata quiser reclamar do SOM da sua HAVAINAS vai ter que ir a delegacia.
    E mais… que policial que vai fazer B.O sobre isso?????????
    Nossa se isso acontecer, chove dinheiroo no Brasil!!

    Eu adoro seus comentários!! Dou muita risada!!!
    Me indentifiquei com vc! Adorooooooooooooo… continue assim!! Bjss

  18. Geralmente quem reclama acredita que não incomoda, nunca vai ser vítima de reclamação dos outros. Pois é quem nunca pertubou ninguém em um condomínio que atire a primeira pedra. No caso da Véia, se matarem ela amanhã mudará um outro vizinho, que de repente não usará tamancos, mas com certeza fará outro barulho que continuará incomodando aí é só chamar o noveleiro(autor de Passione) ele mata todo mundo,kkkkkkkkkkkkkkkk
    O problema é isolamento acústico zero. Pra morar em apartamentos tem que ter bom senso e tolerância!!!Assim hoje vc me tolera, amanhã eu te tolero, e por aí vai……….
    Um abraço

    1. Liz, concordo: o problema é o isolamento acústico zero dos apartamentos de hoje, com suas paredes de papel. Também sou a favor do “rodízio” de tolerância: hoje, você tolera uma reforma do vizinho, amanhã, ele tolera sua festa de Natal. Beijos!

  19. Pois é, aconteceu comigo também. Eu sempre reclamava do meu vizinhu de cima, que fazia barulhos parecendo q meu apt. ia desmoronar. Um certo dia já estava com dor de cabeça de tanto barulho. Interfonei, chamei a sindica, fui lá..Enfim.. Na verdade não tinha ninguém em casa, e não tinha ninguém também no apt. acima deles. O barulho vinha de outro lugar. A sorte q a sindica ouviu o barulho também, s não, eu sairia como maluca. De onde vinha o barulho? Até hj não sei.. Só sei que não reclamo mais dos meus vizinhus de cima. (adoroooo eles) kkkk… E pensei e chamar o padre “quemedo” pra fazer uma visitinha lá..rs

  20. E eu que pensava que só eu sofria com barulho. Moro em apartamento do par faz uns 2 anos, e sempre tenho problemas com meu vizinho de cima. Costumo dizer que ele é um javali, pois não anda, ele soca os pés no chão. A mulher dele deve ser boa de cama pois os gemidos que ela da só gretechen ganha. gastei 3 mil em gesso para diminuir o barulho porém não resolveu. Ja reclamei diversas vezes com a administradora. Porém não adiantou. O pior que para eu vender meu apartamento só apos 5 anos e faltam 3 anos ainda! Todos os dias penso em sair daquele lugar. Meu Deus se arrependimento matasse. E nessas horas que eu prefiro morar de aluguel pois não fico amarrado a um lugar onde não consigo dormir em paz.

  21. Se realmente o barulho feito por vcs, incomodava o vizinho de baixo, acho q antes de se defender de uma reclamação, deveria ver realemnte como poderia estar incomodando.
    Sou vizinho de baixo de uma familia q em 3 meses ja ta em deixando maluco.E o pior q nem com a vassoura da pra bater,pq tem gesso no teto.Tem 2 filhos q parecem cavalos correndo o dia inteiro.E são incapazes de mandar as crianças pararem.Já pedi varias vezes educadamente e ele.E hj foi a gota dagua, domingo…21h da noite minha esposa doente e essa porra naum para.Amanha vai ter uma reclamaçao de 1 pagina no livro do condominio.Espero q alguma coisa seja feita.O foda é ter q provar.

  22. Pois é…complicado essa coisa de vizinhos mesmo.As vezes a gente acha que não ta fazendo barulho,mas lá em baixo parece uma manada de elefantes passando…eu tenho um filho de 1 aninho e ele realmente é bagunceiro:derruba coisas,corre pela casa,coisas que crianças fazem mesmo.Mas depois que minha vizinha de cima passou a trazer os netos dela pra passar uns dias por semana,eu vi o quanto minha sobrinha de baixo estava sofrendo(e calada,tadinha…rsrs)Nunca mais deixei meu filho brincar com coisas pesadas(que caem e fazem aquele estrondo)e me policio com gavetas,cadeiras,etc.Acho que precisa haver bom senso,mas penso que muitas pessoas que acham que não fazem barulho se surpreenderiam se pudessem ouvir da casa do vizinho…parece que triplica!

  23. A Cris tem razão. A gente acha que não faz tanto barulho, mas lá em baixo o barulho parece ser triplicado. A questão é que não dá pra viver numa casa sem fazer qualquer ruído, por menor que seja. Mudei faz três meses pra uma kitnete, e faz um mês que minha vizinha de baixo deu pra reclamar que faço “muito barulho”. Da primeira vez fiquei chocada, porque sempre evito perturbar os outros. Escuto música baixinha (só no pc), moro sozinha e nunca trouxe visitas, passo o dia todo fora de casa e raros são os fins de semana que fico por aqui. Ando de meias qdo estou dentro de casa e desde que cheguei aqui não costumo chegar em casa tarde da noite (vou dormir cedo). Pois bem, da primeira vez em que ela reclamou, fiquei por uma semana pensando o que podia ser… ela dizia que era barulho de móvel arrastando, coisas caindo no chão… enfim, cobri os pezinhos de meu sofá-cama pra evitar qualquer barulhinho de arrastado no chão. Hoje, eu estava quietinha assistinho tv (no pc), e ela bate minha porta dizendo que eu continuava arrastando móveis e fazendo muito barulho. Eu fiquei meio irritada e expliquei pra ela que tinha redobrado minha atenção, evitando fazer esses “tais barulhos”. Aí foi a hora em que ela me disse que ouviu no dia anterior eu limpando a casa. Tá, ok, estava limpando a casa sim, tenho que fazer isso de vez em qdo, e e nem demorei uma hora fazendo isso, nem arrastei tantos móveis assim (tudo que tenho de móveis: uma mesa, quatro cadeiras, das quais uso uma, e meu sofá-cama). Foi o momento que ela disse que estava escutando tudo de novo hj. Mas como assim? Eu tava quietinha, nem vassoura peguei hj. Tentei explicar pra ela até que ouvi o barulho de limpeza, mas não era no meu ap, mas sim em outro. E ela solta: mas não posso estar ouvindo um som acima da minha cabeça que não seja do seu ap. Comentei também, que o barulho de som alto e conversas do barzinho do lado me incomoda mais do que os sons que vem do ap de cima (também escuto o pessoal caminhando lá em cima, e outros barulhos, mas isso é normal, gente!!!). E pra minha surpresa ela me disse que esses barulhos laterais não incomodam ela, mas sim o barulho de cima, ou seja, meu ap. Aiii, enfim… na hora fiquei novamente super chateada com toda essa situação, tentando descobrir o que pode haver de barulho… Agora mesmo, é tanto barulho que vem do bar, fogos, som alto, e ela se incomoda com minha cadeira e meus passos descalços. Detalhe, ela disse que acordou hj às 8 da manhã comigo arrastando móveis. Só imagino minha cadeira. Aproveitei pra forrar os pezinhos das minhas cadeiras agora. Informei para o dono dos aps, que mora acima da gente, e espero que as coisas se resolvam.
    Eu entendo que ela possa até se desconcentrar com meus ruídos vitais diários, mas isso é o tipo de coisa que quem mora em ap, casa geminada tem que tolerar… pequenos ruídos são normais. O que me estressa é que, ela em momento algum, achou que eu estava tentando melhorar a situação. Pelo contrário, veio me dizer que achou que eu piorei o barulho por uma questão pessoal. E que antes de eu ir morar lá ela nunca teve problema com a outra moradora. Confesso que não sei mais o que fazer, pois estou evitando até me mexer dentro do ap, pra não incomodá-la, mas ao mesmo tempo não acho que faça barulhos além dos normais. Qdo eu tentei dizer pra ela que eu morei 4 anos em kit e nunca tive problemas, ela me disse que era pq provavelmente meu vizinho era mais barulhento do que eu. Queria mesmo me mudar, mas agora preciso esperar dar um ano, caso contrário perco o caução.
    Vizinhos são realmente complicados… eu até entendo o lado dela, afinal, ela não iria reclamar a toa, mas juro que não sei que barulho todo é esse que faço.

  24. Estou sofrendo com uma vizinha que mora no apartamento abaixo do meu ela dorme durante o dia e apos as 2horas e 30 da madrugada espera eu dormir e como ronco alto ela pecebe que estou dormindo e bate a cada respirar meu querendo me torturar acordar ja fui a delegacia e me orientaram a falar com a sindica que no caso coonhece o problema e fica omissa a tudo isto, fiquei sabendo que o vizinho abaixo dela ouve tudo o que ela faz e inclusive ja subiu ate o apartamento dela as 2 horas da madrugada para tentar conversar com ela para resolver esta situação.. ela não trabalha troca o dia pela noite a noite inteira ela bate grita e solta gargalhadas tenho gravado esta situação provoca dizendo palavras de baixarias algo sem noção mesmo . Alguem que ler e puder me ajudar entre em contato por e-mail porque sinceramente não sei o que fazer sinto fortes dores de cabeca, tontura pois trabalho durante o dia e a noite faço a faculdade. Ela é uma pessoa que não acredita na justiça, gostaria de receber orientação para buscar meus direitos…

  25. Entendo o ponto de vista dos vizinhos de cima, mas como uma vizinha de baixo que sofre com o barulho alheio, posso dizer o quanto isso incomomoda. Eu sei que ngn aqui faz macumba ds madrugada ou resolve redecorar o ap as 3 da manhã, mas existem prédios com uma acústica péssima (como o meu) que faz com que qqr barulho seja alto…abrir e fechar portas de guarda roupa ou de cômodos, por ex. Faz um mega barulho se a pessoa bate a porta de qualquer jeito! Já acordei com o coração disparado de susto! Ou deixar coisa cair no chão, várias vezes, é horrível! Ou sapato de salto, então! Quer coisa pior do que mulher fazendo caminhada de salto em casa a noite? Aquele tec tec ?? São essas pequenas coisas que as vzs nem percebemos que fazemos mas que pra pessoa de baixo é um martírio ouvir, especialmente quem tem sono leve e acorda fácil. Tudo uma questão de semancol: após as 22hs é silêncio total e acabou. Bjinhos 🙂

  26. Sou moradora do térreo e tenho feito de tudo para não me desentender com meu vizinho do andar de cima, mas ja se passaram 8 meses e ele vive no condominio como se fosse o unico morador. Os netos jogam futebol dentro do apartamento sendo que la fora tem uma área enorme para crianças fazerem isso. e parece que os moveis dele são de lego porque é o tempo todo trocando de lugar. E o mais interessante é que o gaiato se incomoda com todo mundo, até de apartamentos de outros blocos mas não veem a palhaçada que fazem. Se as pessoas respeitassem um pouco mais o espaço dos outros não haveria tanta pertubação nos condominios.É muito fácil chamar os moradores de baixo de loucos e que ouvem demais, mais vai viver na pele de quem está no terreo. Trabalhar o dia inteiro e chegar em casa pra descansar, e ter que aguentar crianças pulando, batendo pé, arrastando e derrubando tudo, isso é falta de respeito e educação, infelizmente o Brasil tem leis frouxas demais, se esse povo fosse multado queria ver se seriam tão abusados. Fui moradora de 3 andar e minha vizinha de baixo nunca teve uma reclamação desse tipo, pelo contrario eu a respeitava e ela também, pena que poucos são assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top