Minha primeira “briga” com vizinhos

luva_de_boxeEis que ontem, minha tranqüila noite de domingo foi interrompida pelo interfone. Era a vizinha de baixo, perguntando grosseiramente se dava para fazer menos barulho.

Essa mesma dona já havia feito uma reclamação com o porteiro pelo mesmo motivo. Resolvi tirar a limpo o que raios a mulher considera barulho, já que eu estava tomando banho e o Cauê, vendo TV.

Fui toda educada, fiz a senhora se apresentar, me apresentei, pedi para explicar que tipo de barulho a estava incomodando etc.

Ela me responde que o salto que eu uso a estava incomodando. Tipo, eu estava de havaianas. E digo mais: quem me conhece sabe que eu não uso salto há dois anos, por conta de um problema ortopédico. Mas não parou por aí.

Reclamou também do barulho da porta do banheiro e do box do chuveiro. Tipo, só coisas que não dá pra mudar, sabe?

Ai, fique possessa. Lembrei da vizinha de baixo do apê da minha mãe, que certa vez fez uma reclamação formal ao zelador por causa do barulho das crianças (eu e meus irmãos) durante as tardes. Aí a dona Eliana foi lá, defender seus pimpolhos e explicar que é normal que crianças brinquem durante a tarde, sorry.

Mas com minha vizinha chata, que se incomoda com o som das minhas havaianas, quem terá que lidar seremos nós.

Prevejo muita encheção de saco no meu futuro… 🙁

35 thoughts on “Minha primeira “briga” com vizinhos

  1. Oi Cí….

    é assim mesmo viu… Lá no meu prédio reclamam q meu dog está latindo qdo ele não está em casa hauhauhauhaua

    é trash!!!
    boa sorte e bjokas

  2. Aiaiai que vizinha mais pentelha!!
    Mas respira fundo… conta até 10, e qualquer coisa deixa feita uma “justificativa” já com o síndico, que nada do que a pentelha diz é coerente.
    Não deixa essa maluca enfernizar sua vida de RECÉM CASADA assim nooooo!!!
    Bjoooo

  3. Isso sempre acontece em condomínios verticais.
    Já tive reclamação por som alto (?) e a pessoa que reclamou não reclamou para mim. Mandou recado através da síndica e, tipow, eu quase não fico em casa… Enfim…
    Tenho a impressão de que um dia meu teto caíra sobre minha cabeça, mas tenho que relevar, pois a vizinha de cima tem crianças… Normal né!

    A vida segue…

  4. Nossa como essa mulher é chata. Faça a sua justificação ao Sindico por que a reclmação que ela fez realmente nao tem fundamento.

    Bjus Cintia

  5. Ai, Cí, não desanima, nunca morei em casa e acabei de comprar a contra gosto do noivo um apê, pois é o que deu para comprar e agora??? snifffffff

    Bj

  6. Morei por muitos anos num apartamento no primeiro andar e sofria muito com os barulhos dos vizinhos de cima. Já fiz muita reclamação, mas nunca briguei. Só que vim perceber uma cosia depois. Passei a morar no último andar. Do último andar a gente ouve coisas que vem de baixo, mas parecem vindas de cima! Acima de mim não tem nada, mas ouço passos, batidas de porta, crianças correndo, etc.
    Diga a sua vizinha que o barulho pode estar vindo de outro apartamento e não do seu, como ela achava. Ela pode não acreditar, mas é a pura verdade!

  7. Concordo com a Alcione , pode mesmo ser de outro apto. Mas de qualquer forma , deve esclarecer com o sindico e formalizar logo essa história , antes que essa desocupada te incomode mais ainda!

    Outro detalhe: antes das 22:00hs todo e qualquer barulho é NORRRRRRRRRRRMALLL
    hihihihihi

    Bem vinda ao mundo de “dona de casa”! Quer dizes, de apto!

    Beijocas

    Manheeeeeeee

  8. oi Cintia, eu faço o papel de chata no meu predio, tenho vizinhos super barulhentos que batem portas (todas elas) as 6 da manha, incluindo sabados, domingos e feriados, e quando chegam a noite super tarde. Barulho entre 8h da manha e 10h tudo bem, mas se atrapalha meu sono, viro bicho. To quase mandando adesivos de borracha (aquelas bolinhas) pro pessoal colar nos batentes das portas, pra ver se melhora. Nunca sei se o barulho é de cima ou de baixo, a acustica do predio engana.

    De repente quem faz barulho não é voce, pode ser o vizinho dois andares abaixo….

    bjs, boa sorte com a vizinha

  9. “Oxente” que mulher mais maluca! O.o
    Mas você conseguiu resolver?

    Puts…era esse meu medo de morar em apartamento, mas lá vamos nós, enfrentar esses loucos :/

  10. Poutz, tenho uma raiva de vizinho “lôco” e mal educado. O meu vizinho de frente, se incomoda com tudo e ontem ele teve a “pachorra” de bater palmas no hall do meu andar, isso pq só estávamos conversando (eu e marido) e ouvindo música, e olha que o som não estava alto.
    Fiquei morrendo de raiva, mas xá comigo porque o cachorro dele late mais que ele e apesar de não me incomodar, será nele que retribuirei a “educação”.

  11. Se a chata voltar a reclamar, recomendo voltar lá e dar as seguintes opções:
    1 – Não quer barulhinho nenhum? Sugiro comprar uma casa, mas não pode ser germinada!
    2 – Compre um apartamento no último andar da próxima vez. Afinal, qualquer pessoa inteligente sabe que em apartamentos os barulhos vindos dos vizinhos (de baixo, de cima e dos lados) são comuns. Ou seja, aprenda a viver com isso sem encher o saco dos outros.
    3 – Não estou fazendo barulho de propósito mas, daqui a 5 minutos vou fazer pra senhora ver como pode ser muito mais desagradável. Ou seja, escolha não reclamar dos pequenos barulhos, porque posso me encher e fazer barulhos maiores todos os dias e a qualquer hora. Marcar aulas de dança de sapateado em casa, trazer os amigos do meu filho pra aprender a andar de Skate na sala, passar o dia ouvindo um Rock pesado e bem alto (sugiro SEPULTURA das antigas), coisas do tipo.

    Como pode perceber, já tive vizinho chato também. Até eu colocar o subwoolfer do HOME THEATER preso no teto para mostrar como era chato ser chato. É que no meu caso, o filho do “decima” andava MESMO de skate na sala, mas antes ele arrastava os móveis pra dar espaço. Claro…

  12. A legislação brasileira pelas “leis de contravenção penal” (podem procurar no site do governo) protege qualquer cidadão contra a perturbação e interrupção do sossego ou trabalho por causa do barulho, isso independente de horario. O horario das 22 às 6 da manhã vale especificamente para estabelecientos comerciais e e alguns outros casos, mas ainda esse horario o som (barulho, musica, ruído, etc) não deve perturbar ninguém. Não é por que das 22 às 6 o silêncio total deve imperar, que das 6:01 às 21:59 vou entrar com a Gaviões da Fiél na quadra do meu prédio e fazer um Corinthians e São Paulo com um churrasquinho depois, evidentemente (sim, usei do absurdo p/ mostrar o absurdo da lenda sobre silêncio e barulho em determinados horarios).
    Outra coisa, moro no último andar de um prédio com um pouco mais de 30 anos e bom isolamento acústico, mas ainda assim ouço muitos sons, mas que geralmente vêm do pessoal sem um pingo de bom senso.

    Att.

  13. Olá, Cintia. Também estou passando por uma situação semelhante. A vizinha do apartamento debaixo do meu vive reclamando de barulhos que ela afirma vir do meu apartamento. Outro dia ela bateu na porta à 01:30 da manha dizendo que estávamos socando a parede incessantemente. Domingo estava passando aspirador às 15:30 da tarde no apartamento ela reclamou, expliquei que estava passando aspirador no apartamente e ela fez uma reclamaçao por escrito dizendo que eu estava fazendo limpeza e arrastando moveis, sendo que, pequeno detalhe, meus moveis são todos embutidos e não tem como serem arrastados. Mas força aí. Tem pessoas que vivem só para tirar o sossego dos outros, mesmo.

  14. Olha, a maioria que postou aqui é mal educada e sem noção de bons modos. Incomodar os outros é proibido (em termos de lei e bom senso), independente de horário. Se o pessoal aqui não sabe disso, é melhor se informar. Não pode fazer barulho só porque ainda é dia ou porque tem filhos pequenos, é proibido e ponto. Qualquer pessoa está no direito de reclamar de barulho e o síndico tem condições de multar quantas vezes forem necessárias. Se comportar assim não é ser chato, é ser *educado*.

    É extremamente desagradável viver assim. Se você não tem educação suficiente para viver num apartamento, vá para outro lugar. Não incomode os outros. Procure um condomínio de pessoas “legais”, que não se incomodam com o barulho dos teus filhos (que devem estar recebendo uma educação de primeiro mundo), onde o barulho acima de 70 dB é permitido a qualquer instante, sem restrições.

  15. Recomendo a seguinte leitura:

    É proibido fazer barulho a qualquer hora do dia
    http://licitamais.com.br/noticias/news/e_proibido_fazer_barulho_qualquer_hora_do_dia.html

    Se a vizinha de baixo resolver gravar, de preferência com um profissional de acústica, os ruídos no apartamento dela, isso pode gerar um processo contra a construtora, administração e também contra o próprio vizinho (caso fique comprovado que o som vem de fato do apto. em questão).

    Este pensamento de que “estou em minha casa, estou pagando, então faço o que quero” é bastante típico no Brasil. Não é a toa que somos discriminados lá fora.

  16. Que gente neurótica, se incomodar por sons comuns quando na maioria dos condomínios ouve-se o barulho da rua 24 horas por dia sem que ninguém possa fazer nada. Fazem isso para ter em quem despejar suas frustrações. Óbvio que não estou falando de coisas absurdas como som alto altas horas da madrugada mas de coisas como passos, barulho de portas etc.
    O que mais me incomoda é que o condomínio em geral protege estes neuróticos que alegam Lei do Silêncio pra tudo sem nem saber do que estão falando e nem se dão ao trabalho de destruir o próprio patrimônio batendo com cabos de vassoura no teto como se isso não configurasse assédio moral dos mais desagradáveis.
    Tolerância também é uma virtude.

  17. Pois é virtude só se for pra você!!!!
    Esse tipo de coisa encomoda sim,principalmente quando passa a ser exercido na madrugada…
    Bom estou passando por algo aterrorizante nesse momente da minha vida,eu morava em outra cidade,que existe outros costumes,sendo pessoas mais educadas que conseguem respeitar o próximo para assim também obter respeito é claro.Então voltei p meu apartamento q estava a minha irmã morando e uma semana depois a vizinha que mora em cima de mim que saia 1,voltava 2,saia 3,voltava 4 e assim e ia até as 6 da manhã e sempre que ela voltava era portão batendo bruscamente,salto barulhento e não satisfeita ainda arrastava algo no quarto dela com muita brutalidade,Claro que tenho que buscar meus direitos pelo mesnos internos,mais só que ao falar com ela a resposta é sempre:Não é aqui não!
    Poxa já não sei o q fazer mais com essa mulherzinha.Á duas semanas que não durmo direito,ando estressada,mal humorada e muito mais por conta disso.
    Preciso saber os tramites legais p resolver isso,se alguém já tiver passado pela terrível experiêcia e resolveu algo,por favor deixe seu recado.
    Ajude-me a sancionar esse horrível caso!
    Obrigada!!!!

    1. Oi Vera, tudo bem? Deve ser muito ruim conviver com alguém que faz barulho de madrugada, isso ninguém pode negar.

      Agora, como sua vizinha nega que o barulho venha de lá, você tem dois caminhos. Um é acreditar nela e procurar o zelador do prédio e pedir para que ele emita um comunicado reforçando a importância de respeitar a lei do silêncio e entregue em todos os apartamentos. Outro é procurar o polícia para que eles meçam adequadamente o nível de barulho e determinem o que fazer de acordo com a lei Psiu.

      Eu sugiro você tentar dialogar melhor com ela… Porque da mesma forma como incomoda ser acordada com um barulho de salto no meio da noite, incomoda ser acordada pelo som do interfone com uma reclamação descabida, como acontece comigo.

      Espero que você alcance uma solução!

      Beijos

  18. Estava lendo os comentarios esclarecedores, choquei com o comentario do Gerson, o tipico Brasileiro “To pagando faço o que quero”…. quero distância de gente assim!

    1. Pois eu não concordo com a posição de nenhum dos dois, nem do Gerson (que me arrancou umas boas risadas), nem da Claudia, que presunçosamente presume que estou mentindo.

      Relacionamento em condomínio tem que ter diálogo e comunicação, dos dois lados…

  19. Estou passando por uma situação parecida. A vizinha debaixo reclama do barulho, principalmente de passos e de objetos que caem no chão.

    Eu e meu marido andamos descalços em casa… e, eventualmente objetos caem no chão.

    Marcamos uma conversa ainda esta semana. Vamos ver no que vai dar.

    Muito ruim fazer com o outro o que eu não gostaria que fizessem comigo, mesmo sem saber como evitar o barulho dos passos descalços.

  20. oi raquel to passando por uma aqui que vc nao tem idéia.

    minha vizinha debaixo é o diabo!

    reclama de tudo, da tv alta, da cadeira de rodinhas do pc, da movimentação de meus amigos no meu ap.
    detalhe: ela nao reclama p mim reclama direto pro dono do ap e ele vive me repassando esse tipo de coisa.
    mas na ultima ela se superou.

    estudo aqui, minha namorada mora fora, então um dia desses ela veio me visitar.
    a vizinha nao satisfeita ligou de madrugada para o dono do meu ap (ela tem o celular dele) reclamando dos barulhos vindos do meu quarto (em cima do dela).
    na ligação ela disse que tava rolando uma festa em meu ap e que ela nao aguentava mais… enfim…me trucidou.

    como sou estudante meu pai foi quem assinou a papelada de responsavel do apartamento, entao o dono ligou para ele e contou TUDO que ela tinha dito.
    inclusive que meu apartamento era uma orgia.

    …e e pra piorar o contrato vence mes que vem e ele nao quer renovar, pediu o apartamento devolva,” nao quer se encomodar mais” diz ele.(me expulsou).

    resultado :
    minha namorada ta super constrangida pq todo mundo ficou sabendo e botou na cabeça que eu levo outras mulheres pro ap.
    meu pai esta de cara comigo, diz q faz de tudo p me dar condições de estudar e eu apronto essa.
    vou perder varios dias de aula com mudança etc…
    eu ainda nem achei outro lugar p morar.
    e vou gastar uma grana p entregar o ap pintado e em dia.

    e a louca mal amada fica numa boa…

    ateh q ponto ela tem razão?
    e a minha privacidade?
    sera que nao posso nem transar com minha namorada no meu ap?

  21. Nossa, que bom que nao sou só eu!!! So extrangeira, moro em Sao Paulo faz ums quatro anos, e por primeira vez desde que moro aqui me senti extrangeira. A doida da minha vizinha nao só foi grossa, se nao que ela me ameaco pelo interfone!!! E depois desligou na minha cara!!! Credo!!! Alem de tudo depois de me ameacar ela falou que eu morava num pais chamado Brasil e que as leis a protegiam a elaaaaa!!!! Nao sei o que fazer estou assutada pois tenho dois filhos. Gostei muito do seu blog! Parabens, e foi bom ver que nao sou a unica com problemas com vizinhos.
    Carol

  22. sei que esse post é antigo, mas li um comentário que alguém anda descalços e não tem como alguém reclamar dos passos dele pq ele nao faz barulho. Na verdade, em apartamento se vc andar descalço faz muito mais barulho do que chinelo havaianas. Então realmente sinto informar pra pessoa q anda descalço, sim vc tá incomodando seu vizinho. Tenho vizinhos assim e ´pra mim parece pé de elefante. Imagine só, se ao deixar uma moeda cair a gente já escuta, imagine o resto. morar em apto tem q ter cuidado, não é como casa. Nunca reclamaram de mim , já moro já faz 6 anos em apartamento. Já morei em republica e já fui elogiada por não incomodar ninguém. Tomo cuidado mesmo, acho um absurdo quem quer levar uma vida em apto igual fosse uma casa. Morei a minha vida toda em casa e não me comporto da mesma forma. Só uso fone de ouvido pra ouvir musica, nao falo alto e olho q sou uma pessoa que gosta de falar alto. Hj estou em um apto em que tem 3 vizinhos que são um inferno, um em cima da minha cabeça e 2 do lado. Minha pressao já subiu pra 16/9 sendo que eu tenho pressao 11/7. Eu sofro de tudo, panelas que batem a qualquer hora do dia ou da noite na pia que me impedem de dormir , ver tv. Por diversas vezes tive que ir para outro apto que mantenho fora da minha cidade, pois iria enfartar. O meu vizinho de cima não fica em casa, mas contratou uma empregada pra fazer barulho o dia inteiro, quando eu falo o dia inteiro é o dia inteiro mesmo. lava os banheiros todos os dias da semana, e arruma a casa 2 vezes por dia todos os dias da semana, deixa tudo cair dentro do apto e também joga toda hora o cabo de vassoura no chao e fica batendo em todos os moveis e cantos da casa com a vassoura pq os patroes não estão, arrasta todos os moveis da casa todos os dias . Eles até trocaram de empregada depois que fiz uma reclamação pq a empregada jogou agua pela janela e quase pegou no meu celular. Mas mesmo trocando de empregada ainda assim continua insuportável. Estou tentando ver outro apartamento. na minha cidade não tem um apto que não tenha problemas, é dificil assim, tem 1 ano que venho procurando e nao tem nada q preste. ou nao tem estrutura, ou nao tem transporte publico, ou no vizinho em cima tem crianças , ou é absurdademente caro, etc

  23. Desculpe Cíntia, mas pessoalmente passo por um inferno com uma vizinha que anda como um elefante/ cavalo e tudo que eu gostaria é q ela colocasse havaianas! Sei o q a Danielle passa, essa máxima de estou na minha casa, faço o que quiser, não é verdade. Vivemos em sociedade e devemos respeitar o outro. O que muitos chamam por aqui de chatice, eu chamo de educação pq sofro na pele. E é torturante.

  24. Morar em coletivo é isto mesmo. Eu também tenho problemas, já até enviei um email á administradora. Tem um morador encima que fica batendo a porta do box por umas 200 vezes ao dia e colocam o som alto e não consigo ouvir a minha tv. A vontade é ligar no apartamento, já que a administradora disse que não pode fazer nada , que tenho que eu falar com o morador. Mas acontece que eu não sei quem pode ser, encima do meu, encima lado direito ou encima lado esquerdo?? E rezar e tomar chá de camomila.

  25. Meu vizinho reclamava de barulho durante a madrugada, em horários que eu e minha esposa estávamos dormindo. Descobrimos que o problema é a cama estava bamba e que, quando nos mexíamos durante o sono, os pés dela batiam no chão. Trocamos a cama velha, problema resolvido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top