Arquivos da categoria: Carona coaching

4 sinais de que sua batata está assando no trabalho

Batata assando na panela com água.

Lembro da minha primeira demissão. Eu adorava meu estágio e fui pega de surpresa com a notícia. Fiquei mega triste, sem ter a chance de consertar o que fiz de errado e sem nenhuma carta na manga, nenhum outro prospect no mercado. Hoje em dia, olhando para trás, entendo que eu não soube ler os sinais… Então, o post de hoje no Carona Coaching traz dicas para você identificar quando sua batata tá assando a tempo de fazer alguma coisa a respeito, seja melhorar o que puder para manter o emprego ou procurar outra coisa para não ficar na mão.

Perda de responsabilidades

Fique de olho caso as tarefas de maior responsabilidade comecem a ser tiradas de você e alocadas a outras pessoas. Pode ser que você esteja atolado de trabalho e seu chefe esteja querendo dividir melhor. Mas pode também ser um sinal de que você não está fazendo direito o que foi contratado para fazer e ele está perdendo a paciência contigo. Entenda o que está rolando e, se for o segundo caso, foque em identificar e resolver o problema para reconquistar a confiança do seu gestor. É falta de compromisso com prazos? Esforce-se para honrar todas as suas próximas entregas. É falta de qualidade na entrega? Dê seu melhor para provar que você pode chegar lá. É falta de aptidão para o cargo? De repente é melhor considerar outra coisa… Continue lendo

Cinco dicas para se dar bem na entrevista de emprego

Step brothers: cena da entrevista de emprego

Esqueça as regras coxinhas e abstratas de como se dar bem na entrevista de emprego. É muito mais simples que isso… Aqui vão dicas do que realmente você pode fazer para se sair bem (o resto depende do entrevistador, dos concorrentes e dos deuses).

1) Seja adequado para o cargo

Job description não é um texto à toa. Se você se encaixa no perfil, tem boas chances. Se não, a coisa complica antes da largada. Você vai se embananar com as perguntas, o entrevistador vai se frustar…

Se você realmente quer/precisa do emprego e não é bem o cara que a empresa procura, já dê a dica na hora de se candidatar e mostre o que você oferece a mais. Algo como “olá, acredito que me encaixo no perfil apesar de não ter experiência em Photoshop (tenho disposição para aprender). Além de preencher os demais itens pedidos, também tenho qualificações como inglês fluente e conhecimento na indústria de cosméticos, que acredito serem qualidades importantes para a vaga”. Se te chamarem pra entrevista, é porque acreditaram que você tem um perfil bom pra vaga. Se não chamarem, você poupa tempo perdido e frustração dos dois lados. Continue lendo

Carona coaching: dicas para quem está começando no mercado de trabalho

Indiretas do bem: gente que dá carona.

Foi no banco de carona dos carros de chefes bacanas que aprendi algumas das maiores lições sobre  carreira e mercado de trabalho.

Naquele anda-e-para insuportável dos carros, em que a hierarquia é substituída pelo sentimento partilhado de ódio contra o trânsito, tive o privilégio de ouvir muitos conselhos bons, coisa de gente vivida que quer ver a gente crescer, dicas que me ajudaram a progredir e me tornar uma profissional melhor e mais espertinha…

Quando comprei um carro e virei a motorista, já era chefe de meia dúzia de pimpolhos e retribui o favor ao universo: passei a praticar o que eu chamo de carona coaching.

Cheguei à conclusão que esse é um dos formatos mais eficientes de mentoring e é por isso que acho que é o nome perfeito para a nova seção do blog que vou começar.

A idéia é compartilhar as coisas que aprendi ao longo da carreira com você que está começando e quer ir longe.

Vem, gente!