Ozark: série da Netflix de suspense policial, parecida com Breaking Bad

Ozark: um seriado para quem amou Breaking Bad

Entre um bolo e outro, nosso hobby favorito aqui em casa é assistir séries de TV. A gente faz umas maratonas e termina as séries mais famosas super rápido, então sai caçando coisas legais pra ver no Netflix. Nessas, descobrimos Ozark (veja abaixo o trailer oficial).

A história mostra a vida de Martin Byrde (interpretado por Jason Bateman), um contador pacato, fechadão, pai de família, que vive uma vida entendiante e previsível, tirando o fato de que está envolvido com lavagem de dinheiro para um traficante. Quando a coisa azeda nessa relação entre ele e o chefe, ele precisa se mudar com toda a família para Ozark, uma cidade turística minúscula, e se virar nos trinta para atingir metas agressivas e evitar que sejam todos assassinados.

Ozark: série da Netflix de suspense policial, parecida com Breaking Bad

Como se não bastasse, também temos o detalhe de que o casamento com Wendy (interpretada pela fantástica Laura Linney) está uma merda, sua filha Charlotte (Sofia Hublitz) é uma adolescente naquela fase bem pentelha, e seu moleque mais novo, Jonah (Skylar Gaertner) anda meio estranho. Pra piorar, Ozark tá cheio de gente mal-encarada e causando, como a família Langmore, os white trashs locais. Prato cheio pra um bom plot!

Essa coisa de ver uma pessoa “gente como a gente” se envolvendo em coisas criminosas é interessante… Nesse sentido, achei bem parecido com Breaking Bad. No entanto, Ozark tem menos humor e mais tensão, menos fantasioso e passa a sensação de ser mais real, mais pé no chão.  A gente vai acompanhando a evolução das personagens desde o choque inicial com a idéia de coisas ilegais até a hora em que dá merda, e fica pensando “imagina se fosse com a minha família!”. Super tenso!

Ozark: série da Netflix de suspense policial, parecida com Breaking Bad

Enfim, assistimos Ozark rapidinho e eu amei. É aquela coisa de imaginar a vida no crime do ponto de vista de uma pessoa meio gente como a gente, sem o glamour, sabe? Fiquei positivamente surpresa com a atuação do Jason Bateman, que até então eu só tinha visto atuar em comédias românticas, e arrasou nesse thriller policial, e amei a atuação de Julia Garner, que faz o papel de Ruth Langmore, uma bad girl local com ambição. Netflix tá de parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *