Cirurgia do joelho: como foi a operação do menisco (meniscectomia), o pós operatório e a recuperação.

Cirurgia do joelho: como foi a operação do menisco e o primeiro mês de recuperação

Em dezembro de 2016, operei o joelho. Foi uma cirurgia chamada artroscopia para arrumar meu menisco lesionado (meniscectomia) e quero contar como foi a operação e o primeiro mês de recuperação!

Contexto

Lesionei o menisco correndo, como contei no post “Minha primeira prova de corrida” (apesar dessa sequela, foi uma experiência muito realizadora e uma vitória, dado meu passado com neuropatia!). Descobri que tinha menisco discóide, uma condição que facilita o rompimento dessa cartilagem quando a pessoa pratica esportes.

Entre diagnóstico e cirurgia, eu estava liberada para fazer exercícios desde que não forçasse o joelho. Sentia uma dorzinha chata (foi o que me fez procurar o médico), mas se não fizesse nada que tivesse impacto na região, ficava tudo bem.

A cirurgia

A cirurgia aconteceu em 14 de dezembro no Hospital Samaritano, aqui em São Paulo com o dr. Diego Astur (meu ortopedista especialista em cirurgia do joelho e traumatologia do esporte) pelo meu convênio médico (Cassi).

Foi uma artroscopia, aquela por vídeo em que o médico só faz dois furinhos no joelho (um para a câmera e outro para o instrumental). Foi bem simples. Internei umas 6h da manhã e tive alta no mesmo dia, umas 20h. Já saí do hospital conseguindo encostar o pé no chão, apesar de não ter condição de colocar peso nenhum nele, e conseguindo dobrar um pouco o joelho (inclusive, a orientação era mesmo tentar dobrar, apesar do inchaço).

O pós-operatório

Fiquei alguns dias com curativo (tirando, lavando o local e colocando outro todo dia) e tirei os pontos uma semana depois lá no consultório do ortopedista. As duas cicatrizes são super pequenas, dois micro x, bem discretos (vejam na foto abaixo) . Por enquanto, estão meio avermelhadas, mas dizem que fica da cor da pele depois.

Os primeiros dias foram sem dor, porque eu tava tomando vários remédios. Mas depois, começou uma dor chata que continua até agora e que fica mais forte se eu passo muito tempo de pé ou sentada sem a perna esticada.

Fiquei uns dois ou três dias sem andar sozinha (fiz o namorado de muleta e não saí de casa, era da cama pro sofá, do sofá pra cama) e depois comecei a arriscar uns passinhos sozinha. Também treinei dobrar o joelho quase todo dia.

Saí de casa pela primeira vez desde a cirurgia uma semana depois, no dia 21 de dezembro, para ir ao ortopedista e tirar os pontos. Saí de lá mais confiante e sem precisar fazer o boy de muleta o tempo todo :).

Cirurgia do joelho: como foi a operação do menisco (meniscectomia), o pós operatório e a recuperação.

A recuperação até agora

Hoje, mais de um mês depois, eu já consigo andar tranquilamente. Devagar e parecendo um pinguim, né, mas consigo. Hahaha! Só é difícil quando tem subida ou decida (principalmente decida) e não posso carregar muito peso. O joelho não dobra muito bem e eu tenho dificuldade para entrar em carros.

Então era pra eu ter começado a fisioterapia, tipo, uma semana depois e só vou começar na semana que vem.

Essa é a parte chata de operar em fim de ano: é época de recesso de Natal e Ano Novo, além de ser período de férias, e os médicos tem menos disponibilidade, tudo demora mais pra acontecer (foi a mesma coisa quando eu tinha 16 anos e precisei operar de uma hérnia em dezembro também). Mas, por outro lado, eu queria resolver logo, então foi em dezembro mesmo…

Mas, antes de sair de férias, o fisioterapeuta me deu alguns exercícios pra fazer em casa para fortalecer a coxa (vejam no vídeo abaixo!) e algumas orientações, tipo fazer compressas de gelo de até 20 minutos quando estivesse muito inchado.

Atualmente, sinto uma dor mais chata do que antes da operação, mas tanto meu ortopedista quanto meu fisioterapeuta me disseram que é normal. A previsão deles é que, com fisio, eu esteja bem e praticamente zerada em três meses. Sem dor e podendo até voltar pros exercícios.

Estou ficando sem paciência com meu joelho já e com raiva de não pode malhar enquanto isso (saudades ser blogueira fitness)… Sou super ansiosa! Mas com saúde, não tem jeito.

Então, mês que vem eu volto pra contar como tá sendo! Alguém aí passando ou já passou por algo parecido? Compartilha sua experiência!

Na foto destacada: eu logo antes da cirurgia, com um alvo desenhado pelo anestesista; no dia seguinte em casa e hoje em dia, já sem os pontos da meniscectomia. Fotos: www.cintiacosta.com .

3 ideias sobre “Cirurgia do joelho: como foi a operação do menisco e o primeiro mês de recuperação

  1. Marcos

    Boa tarde cinta, passando aqui pela net vi seu blog estou passando por uma situação parecida com a que você postou e segue meu comentário prático esporte (bike) e lesionei o menisco fiz a cirurgia(meniscectomia) no dia 21/04/17 tirei os pontos no dia 31 e dia 11/04 tenho retorno com o médico pra saber como estou e ele poder liberar para a fisioterapia,espero que de tudo certo,depois volto aqui pra contar como foi. E a sua cirurgia como esta?

    Responder
  2. Paulo

    Bom dia
    Estava a pesquisar na net e vi este blog, o meu nome e paulo e sou de Portugal, e fui em Dezembro de 2015 operado ao menisco externo e correu mal.
    Fui novamente operado agora em 4 de abril de 2017 e paplpita me que nao fiquei bem outra vez…ja que tenho uma dor intensa so de carregar no local.
    Gostava de saber se foste operada ao menisco externo ou interno.

    Responder
    1. Cíntia Costa Autor do post

      Oi, Paulo! Poxa, sinto muito por seu joelho não ter melhorado tanto… Eu não sei qual dos dois meniscos operei. Vou perguntar para meu médico! Melhoras para você! <3

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *