Cíntia Costa pede igualdade. Foto: Gabi Butcher/FotoRecado.

Dicas de presentes para o Dia das Mulheres

Feliz Dia das Mulheres, pessoal! Anda rolando toda uma polêmica em relação a dar chocolate, flores e tal, né? Mas não se preocupe! Aqui vai uma lista de sugestões de presentes perfeitos!

  • Igualdade salarial
    Sabe o que é muito mais legal de receber do RH do que uma rosa e um cartão piegas? O mesmo salário dos colegas homens com mesmo cargo e mesma função.
  • Um basta na objetificação
    Buquês de flores são lindos demais. Para de tratar as mulheres como enfeite e compre rosas decorar o ambiente!
  • Extinção das piadinhas machistas
    Esse presente nem é só pras mulheres, é pra humanidade. Pelo amor, amigos, parem com essas piadinhas sem graça sobre mulher ser ruim ao volante, sobre lugar de mulher ser na pia, sobre mulher ser interesseira. Além de não parecer um tiozão inconveniente do século passado, você ainda para de contribuir para uma cultura opressora.
  • Fim da cantada de rua
    Chocolate é gostoso, mas é muito mais gostoso poder ir e vir sem ninguém nos assediando nem nos fazendo sentir inseguras nas ruas.
  • Ultimato ao “ajudar em casa”
    Amo make, mas sabe o que amo mais? Divisão de tarefas domésticas. Hoje é um bom dia para você parar de dizer que “ajuda em casa”. Se você mora na casa, você não ajuda, você participa das tarefas. Sabia que ter um marido adiciona 7h de trabalho extra por semana na vida de uma mulher, enquanto um homem casado economiza 1h por semana nas mesmas tarefas por conta da mulher? Não seja o cara que atrasa a vida da sua esposa.
  • Respeito
    Não tem presente melhor que ser tratada com respeito. Serião, imagina que louco se vocês usassem o Dia das Mulheres pra começar a respeitar as escolhas delas em relação ao corpo, às roupas que usam,  à carreira, à maneira como se relacionam e com quem?

Quer dar rosas, maquiagem, chocolate? Vai fundo. Mas se vierem sem nenhum esforço da sua parte para botar fim ao machismo, seus presentes são ofensivos.

Dia das Mulheres é dia de luta. Dia de combater a misoginia, de pedir igualdade, de reconhecer conquistas e brigar pelo que ainda falta para que homens e mulheres tenham os mesmos direitos. Amigo, não seja aquele cara que pega essa data e transforma em um dia para reforçar estereótipos machistas disfarçados de elogio.

Foto: eu, por Gabi Butcher.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *